sábado, 1 de agosto de 2009

Muffins e cupcakes



Um bolinho é um muffin. Um muffin enfeitado é um cupcake, certo?
Bem, foi isso o que aprendi... então, se quiser um bolinho simples, faça um muffin, mas se quiser presentear, servir enfeitadinho ou confeitado, transforme-o em um cupcake.
Na internet, encontrei vários blogues com cupcakes e muffins. Eis alguns:

Muffins com caramelo
Dicas da Celebrate de como rechear
Receitas de muffins básicos
Muffins com frutas
Muffins diversos

A receita que faço é a da Fátima Eid, que vou adaptando conforme a geladeira permite :)


Mini muffin de chocolate

Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo;
- 1/4 xícara (chá) de chocolate em pó (usei 100% cacau);
- 1 colher (chá) de fermento em pó;
- 1/2 xícara (chá) de margarina ou manteiga sem sal em temperatura ambiente (usei um tablete de 100g de Doriana culinária );
- 3/4 xícara (chá) de açúcar mascavo ou refinado peneirado;
- 2 ovos batidos (gemas peneiradas);
- 2 colheres (sopa) de leite;
- 1 colher (chá) de aroma de chocolate ou baunilha (desta vez, usei de chocolate, mas apenas meia colher);
- 1/4 xícara (chá) de gotas de chocolate misturados a uma colher de chá de farinha de trigo.

Modo de preparo:
Peneire todos os ingredientes secos e acrescente os demais itens. Bata tudo até obter um creme liso. Distribua em forminhas para mini muffins (são as formas de papel, tamanho 1), deixando um dedo a menos de massa se quiser que ela ultrapasse um pouco a forma, ou pela metade, se quiser que fique na altura da forma (usando um saco de confeitar fica mais fácil). Coloque a forminha de papel num suporte para muffins específica, com 6 espaços, ou coloque a forma de mini muffin numa forminha de pão de mel, como eu faço.
Asse em forno pré-aquecido a 180 graus, por aproximadamente 20 minutos (o velho truque do palito limpo é o tira-dúvida). Caso o seu forno não aqueça muito, pode assar a 200 graus, por 15 minutos aproximadamente.

Para ficar mais fácil visualizar, fiz hoje e tirei algumas fotos em estilo antes e depois...

Rendeu 26 bolinhos.

Pasta de Leite Ninho e aplicação de papel arroz em alto relevo






Enfim, a receita da Pasta de Leite Ninho.
Coloquei a receita completa, com a massa do bolo, calda, recheio e dicas de como rechear e aplicar o papel de arroz em alto relevo.
Fiz pouquíssimas modificações às receitas originais, que foram dadas pela culinarista Fátima Eid no dia 10/06/2009, no curso na Casa do Chocolate.
Quem achar complicado ou quiser provar antes de testar em casa, sugiro que faça o curso. Consultei a programação da Casa do Chocolate e vi que vai ter uma turma no dia 14/08/2009, sexta-feira, às 09:30 (até as 12:00). O curso custa R$ 25,00.


Pasta de Leite Ninho

Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de leite em pó Ninho Instantâneo peneirado;
- 2 xícaras (chá) de açúcar impalpável MIX peneirado;
- 1 colher (sobremesa) de margarina ou manteiga;
- 1 colher (chá) de aroma MIX de sua preferência (para as pessoas que não gostam do cheiro do Leite Ninho - como eu não tenho esse problema, faço sem esse item);
- 1 lata de Leite Condensado Moça;
- Corante em gel MIX de sua preferência.

Modo de preparo:
Misture o leite em pó e o açúcar impalpável peneirados. Adicione a margarina (ou manteiga) e o aroma. Vá colocando o leite condensado aos poucos até formar uma massa maleável que desgruda das mãos. Guarde em saco plástico ou vasilha plástica bem tampada.
Para abrir a massa, use um rolo sobre uma superfície levemente polvilhada de açúcar impalpável.
A massa vai ficar amareladinha, diferente da pasta americana, que é branquinha. Se quiser colorí-la, adicione o corante MIX em gel depois da massa já pronta. Para ver a cor definitiva, devemos aguardar uns minutos, pois o corante deixa as massas e glacês um pouco mais escuro alguns minutos depois. As cores preta e vermelha demandam atenção especial: esperar uma hora.

Importante: A massa do bolo, recheio e cobertura demandam alguns cuidados: a massa deve ser um pouco mais úmida (não é recomendado o pão-de-ló); não utilizar frutas, chantilly ou qualquer recheio úmido e que necessite de geladeira, pois a pasta não pode sofrer refrigeração, senão "mela"; não colocar na geladeira.
Uma receita cobre um bolo pequeno. Para uma forma de 32cm X 22cm, usar uma receita e meia.


Massa básica para bolos
Ingredientes:
- 7 ovos médios (gemas peneiradas) em temperatura ambiente;
- 2 xícaras (chá) de açúcar refinado;
- 3 xícaras (chá) de farinha de trigo;
- 2 colheres (sopa) de margarina ou manteiga;
- 1 xícara (chá) de leite;
- 1 colher (chá) de aroma MIX de manteiga;
- 2 colheres (sopa) de fermento em pó.

Modo de preparo:
Coloque o leite para ferver com a margarina (ou manteiga) e mantenha-o aquecido. Bata os ovos com o açúcar na batedeira até que dobre de volume. Vá alternando rapidamente o leite reservado com a farinha de trigo. Retire da batedeira, acrescente o aroma e o fermento mexendo delicadamente. Coloque em forma (32cm X 22cm) untada e enfarinhada, leve ao fogo pré-aquecido por aproximadamente 30 minutos (até o palito sair limpo).

Observação: Para fazer a massa de chocolate acrescente 1/2 xícara de chocolate em pó peneirado junto com a farinha de trigo.


Recheio
Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de doce de leite;
- 3 colheres (sopa) de chocolate em pó;
- 100g de castanha de caju;
- 1 colher (sobremesa) de aroma MIX de rum.

Modo de preparo:
Misture tudo e está pronto!

Observação: Esse recheio fica delicioso, mas aqui em casa fiz de brigadeiro mole e ficou bom.


Calda para regar

Ingredientes:
- 1 1/2 xícara (chá) de água;
- 4 colheres (sopa) de açúcar refinado;
- 1 colher (sobremesa) de aroma MIX de rum ou de chocolate.

Modo de preparo:
Coloque em uma panela e leve ao fogo para amornar a água e o açúcar. Retire do fogo e acrescente o aroma. Misture bem.
Usar pouca calda para não melar a pasta de Leite Ninho.


Montagem do bolo
Parta o bolo ao meio, regue com a calda, recheie. Cubra com a outra parte do bolo e regue novamente. Passe uma camada bem fina de doce de leite pastoso em todo o bolo (ou gel de confeiteiro). Cubra com a pasta. Remova o ar e alise delicadamente a massa para fixar ao bolo.
Apare as sobras.
Como aplicar o papel arroz em alto relevo

Corte a parte do papel arroz que deseja deixar em relevo e reserve. Passe uma camada fina de gel de confeiteiro MIX sobre a pasta onde vai ser aplicado o papel de arroz. Ponha o papel de arroz por cima (a parte que não ficará em relevo). Com um pedaço da pasta de Leite Ninho faça um molde do desenho em alto relevo. Cole sobre o espaço vazio que ficou no bolo, passe gel de confeiteiro MIX e cole o desenho que ficará em relevo por cima. Aplique novamente uma fina camada de gel de confeiteiro MIX.

Ótima notícia

Estive hoje na Casa do Chocolate e encontrei a professora e culinarista Fátima Eid, que me ensinou muitas das delícias que tenho feito ultimamente.
Conversei com ela sobre o blog e ela me autorizou a postar as receitas dela.
Ótimo, não??
Nos próximos dias, pretendo colocar as receitas da Pasta de Leite Ninho, de Muffin-Cupcake e dos Bem-nascidos (que é igual ao Bem-casado, só muda a ocasião).
E vou colocar também a relação dos cursos previstos para agosto... estão uma delícia!! O link para acesso direto é esse.
Beijos e ótimo final de semana a todos...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Comida Mexicana - Parte 1

Quem me conhece sabe que sou absolutamente louca por comida mexicana...
Meu restaurante favorito é o El Paso Texas, de onde extraí duas receitas deliciosas...
Aos poucos vou colocar todas as que faço aqui em casa...


Guacamole (molho de abacate)

Na língua dos astecas, as palavras combinadas para "abacate" e "mistura" traduzem–se por guacamole. Um maravilhoso preparo, perfeito para servir com tacos ou botanas (entradas). No México o guacamole é ainda preparado com o tradicional molcajete (pilão) ou com um garfo e uma tigela.

Ingredientes (para 6 pessoas):
- 2 abacates grandes bem maduros;
- 1 colher de sopa de cebola finamente picada;
- 1 ou 2 chiles verdes em fatias (eu normalmente substituo por pimenta do reino branca);
- Suco de limão;
- Sal;
- Se preferir, pode-se acrescentar 1 tomate picado, e coentro a gosto (não recomendo).

Modo de preparo:
Corte os abacates ao meio, retire os caroços e tire a polpa com uma colher, esmagando-a com um garfo.

Em uma tigela ou molcajete, misture o abacate, a cebola os chiles, (se optar pelo tomate e pelo coentro deve-se adicioná-los neste momento) e mexa bem. Junte o suco de meio limão e sal a gosto. Sirva imediatamente.
____________________________________________________

Salsa Roja Mexicana (molho mexicano)

Se usar o tomate amadurecido para fazer este molho clássico, servido em todos os restaurantes mexicanos, será um complemento perfeito para os antojitos (petiscos).

Ingredientes:
- 3 tomates maduros;
- 1 pimentão vermelho médio;
- 1 cebola;
- 2 dentes de alho;
- 2 ou 3 pimentas dedo de moça vermelhas;
- Coentro;
- Óleo;
- Sal, cominho e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes em uma frigideira bem quente (exceto o coentro) para dourarem com pouco óleo, até que comessem a soltar a pele.
Corte em pedaços e amasse ate que vire um "purê".
Em uma panela pré-aquecida com óleo, despeje a mistura e tempere; espere ferver e retire do fogo, acrescente o coentro picado.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Panqueca americana

Imagine a cena: seu filho pede que você faça a panqueca que ele vê nos desenhos e filmes americanos. Você vai pra cozinha e, cheia das boas intenções, faz a panqueca que você conhece... aquela baixinha, quase crepe. A reação do seu filho não é nada animadora (nem preciso detalhar).
Imaginou? Bateu um desesperozinho? SEUS PROBLEMAS ACABARAM!
Uma pessoa muito generosa chamada Paula Giorgetti postou uma receita ótima no Cybercook. Transcrevi a receita como eu faço (a diferença são: 1/2 colher (chá) de sal e 1 colher (chá) de açúcar). Pode fazer sem medo de errar! É ótima!

Panqueca americana


Ingredientes:
- 1 1/4 xícara (chá) de farinha de trigo;
- 1 xícara (chá) de leite;
- 1 ovo;
- 1 colher (chá) rasa de fermento em pó;
- 1 colher (sopa) de margarina derretida (prefiro manteiga);
- 1/2 colher (chá) de sal;
- 1 colher (chá) de açúcar.

Modo de Preparo:
Misture todos os ingredientes numa tigela e coloque uma quantidade de massa na frigideira aquecida. Se a frigideira for antiaderente, não é necessário untar com manteiga. Prepare em fogo médio para baixo. Deixe a massa até que se formem bolhas por toda a superfície, o que significa que a panqueca já pode ser virada. Deixe o outro lado dourar e sirva, quentinha, com a cobertura de sua preferência.

Importante:
- A panqueca americana é naturalmente alta e não deve ser amassada quando virada na frigideira.
- Fica fantástica com sorvete, geléias, requeijão, manteiga ou mel.
(veja com fotos aqui)

Massa de empada

Gente, descobri uma receita muito fácil de massa de empada.
É uma receita da Bettina, da revista Cláudia (Comida & Bebida), que saiu na edição 570 (Março/2009).
Antes, vou comentar como fiz essa receita da primeira vez...

Coloquei um pedaço de bacalhau para dessalgar e como nas vezes anteriores tinha optado pelas lascas (que são práticas e mais baratas), perdi um pouco da noção da quantidade de vezes que era necessário trocar a água. Resultado: refoguei o bacalhau com cebola e azeite e quando fui provar, ai que decepção! Estava muito, muito salgado.
Imediatamente coloquei várias batatas para cozinhar. À medida que acrescentava o "purê" fui imaginando o que faria depois com aquela gororoba (como não tinha um nome, chamemos de gororoba mesmo).
Peguei minha caixinha de revistas de receitas e meu caderninho também... fui folheando, lendo, na esperança de alguma luz no fim do túnel. Aí achei a receita! Pensei: "Vou transformar isso numa quiche de bacalhau!". Acrescentei ao purê azeite, creme de leite e uma azeitona fatiada por cima para enfeitar.
Ficou excelente! Cumpadi Mará e Cumádi Taia foram testemunhas, porque a receita foi suficiente para fazer várias mini-quiches. Parte fiz num dia, parte no dia seguinte, quando eles passaram por aqui e provaram.

Então, vou postar só a receita da massa mesmo. Quem quiser testar deixa a criatividade aflorar ou usa o recheio de preferência.

Empadão e empadinha - Massa básica

Ingredientes:
- 3 xícaras de farinha de trigo;
- 1 colher (chá) de fermento em pó;
- 1 xícara de manteiga gelada, picada (200g);
- 1/2 xícara de leite;
- 1/2 colher (chá) de sal.

Modo de preparo:
No processador, junte a farinha, o fermento, a manteiga e pulse até obter uma farofa. Junte o leite, o sal e bata até obter uma massa homogênea.
Com um rolo, abra 1/3 da massa sobre o fundo de uma forma de abrir de 24cm de diâmetro. Com uma faca, apare as bordas da massa. Recoloque o fundo na forma.
Com mais 1/3 da massa, forme rolinhos. Arrume-os nas laterais da forma, pressionando levemente. Apare as bordas.
Coloque o recheio e com a massa restante, abra um disco e cubra a forma (ou faça tiras de massa, intercaladas com espaço sem). Pode cortar alguns desenhos com cortador de biscoitos (flores, corações, estrelas, ...) e enfeitar a cobertura. Pincele uma gema e leve para assar em 200 graus por aproximadamente 40 minutos ou até dourar. Desenforme e sirva.

Observação: Muito cuidado na hora de desenformar! Por experiência própria.
Na última vez que fiz, o empadão (de frango e requeijão) estava uma beleza, todo enfeitado, feito no capricho. E eu, aperreada, quis desenformar logo depois que saiu do forno, aproveitando que tinha feito na forma de aro removível. Aconteceu um super acidente, pois as laterais da forma queimaram o meu braço feio e deixei cair a torta sobre o fogão. Nem precisa comentar mais, né? Terrível!

terça-feira, 28 de julho de 2009

Segredinhos de amendoim (cajuzinhos)

Uma revista que faz sucesso na sala de espera do consultório é a Revista Cláudia.
E eu, que não sou nem um pouco boba, tiro sempre o suplemento "Comida & Bebida" e levo pra casa... sempre tem boas idéias e eu vou testando com o maior entusiasmo!
A seção "Invenções da BETINNA" sempre me desperta interesse especial. Isso porque ela tem umas receitas inusitadas e, em geral, bem práticas. Mas também porque eu tenho curiosidade para entender como as pessoas criam receitas... olho sempre a foto daquela simpática senhora e penso: "Como será que ela chegou a esta receita?"
Será que pessoas como ela abrem a geladeira ou a porta da despensa e uma luzinha de acende... um momento mágico acontece... os ingredientes vão se misturando na sua cabeça, os cheiros se invadem o ar e a criatividade corre solta?
Não sei... quem sabe um dia alcanço esse estágio de criatividade e descubro??
Enquanto isso, nessas testagens, encontrei uma receita muito fácil de cajuzinhos... saiu na edição de junho/2009, como "Segredinhos de amendoim".

SEGREDINHO DE AMENDOIM

Ingredientes:
- 250 g de amendoim torrado, sem sal nem pele, grosseiramente moído (passei no multiprocessador)
- 400 g de doce de leite pastoso (usei Itambé)
- 1 colher (sopa) de manteiga
- 5 gemas (peneirei antes)
- 1/2 xícara de açúcar de confeiteiro
- Amendoim torrado, sem sal nem pele, para decorar.

Modo de preparo:
Em uma panela grande, cozinhe em fogo médio o amendoim com o doce de leite, a manteiga e as gemas, mexendo sempre, por oito minutos ou até que a mistura se desprenda do fundo da panela. Espalhe em um prato untado com a manteiga e espere esfriar. Com as mãos untadas com manteiga, modele bolinhas com o doce e passe pelo açúcar de confeiteiro. Decore com amendoim torrado e sirva (eu os fiz em formato de cajuzinho e coloquei um amendoinzinho na ponta).
Rende muitos, muitos docinhos. Neste formato de caju, rendeu mais de 100.

Dica: aprendi com a Fátima Eid que a maneira correta de peneirar as gemas é colocá-las na peneira e dar umas batidinhas com a mão nas laterais, sem passar colher, pois não vai adiantar. Usar as gemas peneiradas deixa as receitas sem aquele "cheiro de ovo".

Na NOVA cozinha da Chris   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP