sexta-feira, 22 de abril de 2011

Coelhinhos da Páscoa em feltro

Para finalizar a sequência de posts sobre as coisinhas de Páscoa desse ano, fica-a-dica dos coelhinhos que fiz, que têm a mesma técnica dos corações.
Como eu estava sem o material para rechear e já tinha estourado o orçamento e a energia para isso, simplesmente fiz 3 camadas de feltro com o molde e costurei. Os olhinhos foram feitos com olhinhos esbugalhados comprados em armarinho e a boquinha foi de canetinha preta. No verso, foi adicionado uma placa de imã, o que fez dele um imã de geladeira!


Antes de embalar, coloquei um lacinho de cetim na orelhinha e colei depois uma tag com mensagem, usando cola quente.


O molde e a idéia foram baseados nessa outra postagem, de um blog lindo: Trecos e Apetrechos da Fran.

Depois de tudo isso, vocês podem me perguntar: e porquê uma pessoa vai colocar na geladeira um imã de coelhinho da Páscoa, fora da Páscoa??
Eu respondo: porque os presenteados são pessoas que eu amo e que me amam do jeito que eu sou! Vão achar fofo e vão me prestigiar sem me chamar de esquisita! :)
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Páscoa dos adultos: torta de maçãs e fudge de chocolate

A Páscoa dos adultos é diferente da Páscoa das crianças, né???
Enquanto os pequenos ganharam ovos de páscoa, ovinhos de Leite Ninho e chocolate, línguas de gato e ovos recheados, os adultos ganharam tortas de maçã e fudge de chocolate.
As tortinhas foram de uma receita já publicada, renderam 12 unidades.




A receita do fudge de chocolate eu tirei do blog da Patrícia Scarpin, que é maravilhoso!!!!
Realmente leva uns 5 minutos para fazer, rende bem e é uma delícia, beeem amarguinho!
Fiz uma receita dupla e obtive 58 unidades, que foram embaladas com celofane e colocadas nas caixinhas dos adultos, junto com as tortas e ovinhos.

 
Fudge delicioso de cinco minutos


- xícara medidora de 240ml

Ingredientes:
- 2 xícaras (336g) de chocolate meio amargo picado ou em gotinhas (usei picado, da Nestlé);
- 2/3 xícara (meia lata) de leite condensado;
- 1 colher (sopa) de água;
- ¾ xícara (90g) de nozes picadas (tostadas se preferir);
- 1 colher (chá) de essência de baunilha.

Modo de preparo:
Forre uma assadeira com papel manteiga e unte levemente (se usar aquele papel com aspecto encerado, não precisa untar). Reserve.
Em uma tigela média refratária, misture o chocolate, o leite condensado e a água.
Leve ao microondas na potência alta (100%) por 1 minuto; mexa. Volte ao microondas por mais 1 minuto, mexendo a cada 30 segundos, ou pelo tempo suficiente para o chocolate derreter completamente e a mistura se tornar brilhante. Adicione as nozes e a baunilha.
Espalhe a mistura na forma preparada, espalhando bem até obter um retângulo de 22x15cm, ou coloque o fudge às colheradas – 1 colher (chá) - sobre o papel manteiga.
Deixe esfriar e depois leve à geladeira por 30 minutos (ou até que esteja firme). Corte em quadradinhos de cerca de 3,5cm.
Obs. Embalei com papel celofane já em saquinhos, adesivado. Super prático!!!

Dica: Esse doce fica um espetáculo com café. Uma combinação perfeita!
Se você é fã de um Nespresso, tenho certeza que esse doce de chocolate amargo é um ótimo acompanhamento. Vale fazer uma receita, deixar na geladeira embalados e em uma vasilha com fecho hermético (para não dar cheiro) e ir retirando aos poucos, à medida que come ou oferece como acompanhamento. #ficaadica

Coelhinho da Páscoa, o que trazes pra mim???

Um ovo, dois ovos, três ovos assim...

A Páscoa é um momento lindo para nós cristãos, de renovação, de fé.
Tenho muitas recordações desse período e a maior delas envolve, é claro, minha inequecível e sempre amada Vovó Sophia.
Tenho certeza de que lá do céu ela ficou feliz em me ver tentar resgatar a tradição que ela trouxe da família alemã e que esteve muito presente na minha infância, de ovos pintados artesanalmente e recheados de amendoim açucarado com chocolate.
Eram um imenso sucesso e como eu achava lindo!!!!
Como eu não tive o cuidado da minha avó de juntar as cascas de ovos durante o ano, comprei uns ovos de plástico e pintei. A técnica que a minha avó usava era essa, porém, segundo os vendedores da A Casa das Artes eu não podia aplicar essa tinta no plástico, então usei a tinta acrílica, que dilui na água, então foi aplicada nos ovinhos com pincel, ou esponja. Alguns detalhes foram feitos com tinta relevo com glitter (pensei depois: vou tentar no ano que vem a tinta a óleo, acho que vai dar certo!!!).
O recheio tradicional foi substituído por confetis e amendoim colorido, porque não achei amendoim sem sal e principalmente porque a dupla Vladimir-e-Júlia fez campanha insistente pró-confeti.
O fechamento foi feito com uma etiqueta que serviu direitinho, não precisei usar forminhas de doces.
Fiquei muito, muito feliz com o resultado e em ver a Júlia empolgada com os ovinhos. Quem sabe consigo reviver essa tradição na família? Tomara!!!
Se você gostou, veja essas idéias da Martha Stewart ou não (?!?!).



Esses ovinhos cobertos com papel chumbo rosa com bolinhas brancas na foto abaixo são uma delícia!!!
São ovinhos feitos com Nutella, Leite Condensado e Leite Ninho.
Fiz 1/3 da receita e rendeu 35 unidades. A receita inteira foi tirada do Rainhas do Lar, que como vai sair do ar, copiei-e-colei, assim:
Receita de ovinhos de chocolate e Ninho
1 lata de leite Ninho Integral
6 colheres (sopa) de Nescau - bem cheias
3 colheres (sopa) de cacau em pó - bem cheias
1 lata de leite condensado
2 colheres (sopa) de Nutella - bem cheias
Se achar necessário mais liga, acrescente aos poucos 50ml. de leite comum

1 minutinho no microondas
Passei a massa para um saco plástico e amassei bem unindo ainda mais os ingredientes (e sem sujar as mãos!)
Massa dentro do saquinho, deixei-a na geladeira até à noite, quando voltei para casa com a Duda dormindo...
Enquanto esquentava a sopinha que a minha sogra querida fez, tirei o saquinho da geladeira para a massa ficar maleável.
Depois do jantar, modelei os ovinhos.
Pode-se cobrir com cacau em pó ou simplesmente embrulhá-los no papel alumínio!
Aqui! Estou grávida do Ben, de 8 meses, proibida de comer doces...quase surtei com o sabor desse docinho...lembrou minha infância...

Fiz também umas línguas de gato para as crianças, no esquema derrete o chocolate, bota na forminha, geladeira, embala e pronto! rsrsrsrs


Algumas cestinhas prontas... 

Torta de banana e nozes com chocolate belga

Essa torta foi uma variação da torta mega sucesso de maçãs.
A torta de maçãs foi transformada em mini tortinhas (uma receita rende 12 mini) e foi um dos itens da cestinha de Páscoa que presenteei meus 5 afilhados (com os queridos "cumpadis" e "cumadis"), 2 sobrinhos, irmãos, cunhados, pais e sogros, fora algumas pessoas muito queridas que não constavam no script e apareceram assim, de última hora para alegrar ainda mais a nossa festa!
Como eu já tinha feito dúzias de tortas do mesmo sabor, resolvi adaptar a receita usando bananas (com a grande torcida do maridão). Pensem num trem bão!!!
Fiz na quinta-feira e na sexta-feira da Paixão (sim, dois dias seguidos!!!).
Na quinta-feira, minha cunhada que não é muito fã de doces, mas é super viajada disse: "Nossa, Christiane, você pode vender dessa torta em qualquer café do mundo, uma delícia!" (isso porque meu marido tinha dito, semanas antes, que a de maçã podia ser vendida em qualquer café de Brasília - que têm ótimos cafés!!).
E no dia seguinte?? Meus pais não gostam de doces. É inclusive bastante comum prepararem jantares e almoços sem sequer se lembrarem das sobremesas.
Na sexta-feira da Paixão eu preparei essa torta como sobremesa e qual não foi a minha surpresa em ver o meu pai dividir os restos do almoço, do pudim e do brigadeirão, mas pedir para deixar o resto da torta pra ele e minha mãe?? Sabe quando isso aconteceu antes? Acho que nunca!!
Ou seja: quer arrasar com uma receita deliciosa, fácil, com ares de sofisticação?? Achou, é essa mesmo!
Corre que ainda dá tempo de prepará-la para o almoço de Páscoa!!!!
Essa torta é tão, tão boa, que vou inaugurar uma tag nova em sua homenagem: imperdíveis! kkkkkk


Não tenho fotos da torta!!! Nem acredito!!! Essa foto é da torta de maçãs. Poxa, terei que fazer essa torta de novo para atualizar o post depois... nenhum sacrifício!!!

Atualizando... Afinal, promessa é dívida!!! Essa torta das fotos abaixo eu fiz na comemoração dupla, do aniversário do meu sogro e Dia das Mães.



Massa básica para tortas

extraída, com modificações, do livro Dona Benta - Comer Bem

Ingredientes:
- 1/2 xícara (chá) de água gelada;
- 1 xícara (chá) de margarina (usei manteiga, em temperatura ambiente);
- 1 xícara (chá) de maizena;
- 3 colheres (sopa) de açúcar;
- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo;
- 1/2 xícara de nozes trituradas;
- 1 gema (opcional) - eu coloquei;
- 1 pitada de sal.

Modo de preparo:
Bata a margarina (ou manteiga) com o açúcar e o sal até ficar clarinha.
Junte a maizena, a farinha (e as nozes moídas) e a água.
Se necessário, ponha um pouco mais de farinha, para que a massa fique lisa e macia (não precisei).
Deixe descansar.

Recheio de brigadeiro belga
Ingredientes:
- 1 lata de leite condensado (usei Leite Moça);
- 50g de chocolate belga beeem amargo 70% cacau (usei meia barrinha do chocolate super amargo da Stans, mas quem não tem pode usar o mais amargo que conseguir achar);
- 1 colher (sopa) de manteiga.

Modo de preparo:
Misture tudo numa panelinha e leve ao fogo.
O ponto é de brigadeiro mole (qdo começar a aparecer o fundo da panela). Deixe amornar.

Recheio de bananas

Ingredientes:
- 5 bananas prata grandes, bem maduras, descascadas e cortadas em rodelas de aproximadamente 5cm;
- 1/2 xícara (chá) de açúcar;
- 1 colher (chá) de canela em pó;
- alguns pedacinhos de manteiga gelada (o equivalente a uma colher de sopa aproximadamente);
- 1 pitada de noz-moscada;
- 1/3 xícara de nozes mal moídas ou cortadas em pedacinhos pequeninhos.

Modo de preparo:
Em uma tigela, misture as bananas em rodelas com o açúcar, a canela e a noz-moscada. Acrescente as nozes e misture delicadamente. Reserve.

Como montar:
Enfarinhe a mesa e, com um rolo, estenda metade da massa.
Forre a assadeira com metade da massa; sobre essa camada, coloque o recheio de chocolate e por cima a mistura de bananas. Por cima, disponha os pedacinhos de manteiga. Feche a torta com a outra metade da massa apertando bem as bordas; inclua alguns enfeites feitos com recortes da massa (opcional); pincele com gema, faça alguns furos na massa para sair o ar (importante!!) e leve para assar em forno pré-aquecido a 200 graus até dourar (entre 20 e 40 minutos).
Sirva morna.
Dica: a torta sozinha já é uma delícia! Porém, todo mundo ficou curioso para prová-la com sorvete de creme. Huuuuummm!!!!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Bom dia e boa páscoa

Se eu pudesse captar os sons nessas fotos vocês ouviriam muitos barulhinhos de passarinhos. Se eu os contagiasse com as minhas sensações, sentiriam um sol quentinho e um delicioso vento fresco, que me enchem de paz, alegria e esperança.
Essas fotos foram tiradas da janela da sala da minha casa e são para lembrar que a felicidade está nas pequenas coisas, do dia-a-dia!
Desejo um bom dia a todos e muitas renovações nessa Páscoa que se aproxima...



Pipoca doce


Tive a felicidade de nascer numa época e em uma família em que a maioria das coisas era feita em casa.
Da padaria, só pão francês. Todo dia eram roscas, pães, tortas, bolos, tudo caseiro, fresquinho!
Uma das delícias que me remete à infância e que me deixava super feliz e orgulhosa de ter em casa era a pipoca doce que a minha avó fazia (daquela de pipoqueiro, rosa).
Por esses dias eu comprei uma pipoqueira no Pão de Açúcar e estreei hoje.
Peguei a receita no site da Panelinha, mas da próxima vez farei algumas adaptações, porque a pipoqueira era pequena e a pipoca ficou vermelha ao invés de rosa. A receita abaixo já está alterada!!

Pipoca doce

(receita adaptada - a original foi retirada daqui)

Ingredientes:
- 1/2 xícara (chá) rasa de milho para pipoca;
- 1 colher (sopa) de manteiga;
- 4 colheres (sopa) de açúcar;
- 1 colher (chá) rasa de corante vermelho em pó.

Modo de Preparo
1. Coloque a manteiga, o açúcar e o corante numa pipoqueira, ou numa panela grande, e leve ao fogo médio, mexendo sempre, por 4 minutos.

2. Em seguida, acrescente o milho e continue mexendo. Quando começar a estourar, tampe a panela.

3. Desligue o fogo quando o intervalo entre os "estouros" for superior a 4 segundos.

4. Sirva imediatamente.

Na NOVA cozinha da Chris   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP