terça-feira, 8 de março de 2011

Como a minha mãe fazia...

Quando eu era criança, observava a minha mãe com as suas artes: ora era bordado, ora guloseimas com chocolate, ora pintura (vidros, tecidos, quadros), ora culinária.
Ela fazia coisas lindas! Coisas que eu nem sonhava um dia ser capaz de fazer.
Essa idealização, associada ao fato de ela não deixar eu mexer em suas tintas, moldes nem acessórios, alimentou uma curiosidade que permaneceu comigo até hoje.
Na primeira série, minha mãe encapou os caderninhos com paninhos de algodão pintados com bichinhos, um mimo mais do que fofo! Mesmo anos depois, eu olhava os caderninhos e ficava comparando-os, para eleger o mais bonito.
Eles estão guardados na casa dela e é muito legal ver os caderninhos pequenininhos, até hoje conservados.
Eu aproveitei o Carnaval para investir na pintura da caixa que darei de presente para a minha irmã e para fazer uns testes com uns materiais que comprei na semana passada. Veio então a oportunidade de colocar em prática o plano em relação ao caderno.
A Júlia escolheu o desenho de cachorrinho, eu o adaptei para Dálmata e executei assim...


Para primeira vez, acho que ficou muito bom. A contracapa é do mesmo tecido, mas sem pintura.
Esse é um caderno espiral de uma matéria. Querendo reaproveitar a capa, basta trocá-la por uma de caderno novo, removendo pelo espiral.
Como a Júlia herdou o meu jeito exigente de ser, fez logo um queixa: a lateral do caderno, nos espirais, está fora do padrão (é rosa e não lilás). Queixa registrada! Na próxima vez, ou escolho um caderno que combine com a decoração, ou vou pintar a capa antes de encapar, combinando com tonalidade da estampa.
O meu marido também fez uma sugestão: escolher um caderno com capa menos colorida, para não sombrear o fundo do tecido. Sendo uma capa colorida ou escura, a opção da pintura pode resolver.
Alguém quer fazer? É trabalhoso, mas não é difícil!
Como eu não fotografei o passo a passo do caderno, vou usar algumas fotos de outra estampa, usada em caixa de madeira, que tem o mesmo processo.

Cadernos encapados com tecido pintado artesanalmente

Materiais necessários:
- tecido de algodão (o suficiente para cobrir a capa e a contracapa, com sobra para o acabamento de dentro);
- tintas para tecido;
- pincéis para pintura;
- fita de tecido para acabamento lateral;
- papel contact;
- papel vegetal em tamanho A4;
- cola Cascorez;
- água;
- rolo de espuma para pintura (opcional);
- godê (opcional);
- recipiente para lavar os pincéis;
- paninho para secar os pincéis.

Como fazer:
1) Escolha um molde.
Eu selecionei a figura na internet (dica: use um clipart monocromático) e escolhi o tamanho que a figura ocuparia, tomando como base uma folha A4 no PowerPoint, que é do mesmo tamanho do caderno. No mesmo programa, inseri uma caixa de texto com o nome e escolhi a fonte (dica: usar uma fonte larga, mais fácil de cobrir e preencher).
2) Imprima em papel vegetal, já comprado em tamanho A4. Caso queira usar um outro molde ao invés de imprimir, basta cobri-lo com o papel vegetal.


3) No verso do papel vegetal, cubra o contorno com lápis grafite.



4) Posicione o papel vegetal e faça o contorno do desenho sobre o tecido, já cortado na medida necessária para cobrir a capa e sobrar uns 4-5cm para encapar e prender bem. O risco feito no verso servirá como carbono, com as vantagens de não borrar e de ficar bem suave.




5) Pinte o tecido e dê acabamento ao contorno. Espere secar.


6) Cole o tecido na capa dura do caderno, usando cola Cascorez diluída em um pouco de água, com o auxílio de um pincel largo. Para uniformizar a quantidade de cola, remova o excesso com um rolinho de espuma para tinta.
7) Posicione o tecido, do meio para as laterais, sem deixar bolhas (uma régua pode ajudar). Faça o mesmo com as bordas, pela parte de dentro. Espere secar.
8) Caso prefira dar um acabamento melhor, cole uma faixa de fita junto ao espiral. Eu usei uma fita de organza lilás, mas uma fita mais espessa pode camuflar melhor eventuais falhas no corte do tecido. Se quiser usar fita, pode ser colada da mesma forma.
9) Depois de tudo seco, cubra com papel contact ou outro plástico transparente resistente.

Dicas:
Usar um caderno sem espiral facilita bastante o trabalho, pois teremos menos cortes e menos acabamento.
Use sempre cadernos capa dura.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Programação dos cursos da Fátima Eid em Brasília (março/2011)

Acabei de receber a programação da Fátima Eid para março, em Brasília.
Ai que vontade que dá de fazer TODOS os cursos!!!!
Pena que o tempo tem passado tão rápido e os compromissos são tantos que inviabilizam esse pequeno prazer :(
Mas quem está com disponibilidade, quer aprender algumas delícias ou quer faturar uma graninha extra, fica a dica!
E é o seguinte: nem tem a desculpa de dificuldade de locomoção! Os cursos estão sendo ministrados no Rei das Embalagens da 513 Sul, em frente à W3, facinho facinho de chegar!
Segue a programação por aqui.

Na NOVA cozinha da Chris   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP